Pintas na pele: quando se preocupar

como cuidar das pintas

Entenda a importância de cuidar da sua pele prestando atenção às pintas

As pintas na pele, na maioria dos casos, são pequenas manchinhas que podem aparecer de forma esporádica ou definitiva. No entanto, também podem ser um sinal de problemas de saúde mais graves e que irão necessitar de um acompanhamento médico. Nesse artigo, você vai entender corretamente quando se deve procurar um especialista para fazer uma avaliação devido as pintas que estão aparecendo na sua pele.

Seja qual for a situação ou ocasião em que você se deparou com novas pintinhas pelo seu corpo, é preciso observar a pinta e caso necessário, buscar um médico para fazer um diagnóstico correto.

Mais do que avaliar o momento próximo em que apareceu, é importante avaliar a evolução da pinta e acompanhar se ela irá aumentar de tamanho, escurecer ou mesmo, mudar de forma.

Vamos mostrar nesse artigo, quais são os pontos principais que você deverá avaliar em uma pinta no seu corpo.

Pintas na pele são comuns de aparecer

Pintas na pele geralmente podem ser manchas causadas pelo tempo excessivo de exposição ao sol e podem ser consideradas até mesmo como um charme por algumas pessoas.

Mesmo sendo inofensivas e não fazendo muita diferença em muitos casos, é preciso ficar de olho nelas, além de não mexer ou cutucar, buscar uma avaliação de preferência com um dermatologista especialista para verificar sobre o que se trata essa manchinha.

Esse cuidado é muito importante, mas sabemos que muitas vezes as pessoas não ligam ou não dão a mínima importância para o aparecimento de novas pintas.

Mas saiba que essas manchinhas podem ser um sinal de aparecimento do câncer de pele. Da mesma forma, como acontece com qualquer outro tipo de câncer, quanto mais cedo for diagnosticado, melhor será para o paciente que poderá ter maiores chances de cura.

Você sabe quando se preocupar com as pintas na pele?

Antes de consultar o Google e já começar a se preocupar com as pintas que você tem em sua pele, é preciso analisar alguns pontos para não ficar preocupado sem necessidade.

Lembre-se de que as pintas são comuns pelo corpo e que pequenas manchinhas na pele em sua maioria possuem cores claras e uniformes, além de terem suas bordas definidas e um formato regular.

Confira uma breve lista abaixo que, de acordo com especialistas, caracterizam pintas e manchas que devem ser avaliadas por um dermatologista.

  • Assimetria

Se a pinta não for simétrica, ou seja, não tem lados iguais, é preciso verificar.

  • Borda

A borda deve ser arredondada, regular e bem delimitada. Caso o formato e bordas sejam muito irregulares, é sinal de atenção.

  • Cor

Cores de pintas também precisam ser avaliadas, especialmente caso sejam muito escuras.

  • Diâmetro

Grandes ou pequenas, o diâmetro deverá ser avaliado para que, dessa forma, seja possível verificar se pode ser um tipo de câncer de pele, ou não.

  • Evolução

O acompanhamento médico será necessário especialmente, para avaliar a evolução da pinta ou mancha, pois, se mudou de formato ou mesmo se escureceu muito, é necessário a avaliação de um especialista.

Ao menor aparecimento de um desses cinco principais sintomas, é preciso buscar o auxílio profissional. Geralmente, as pessoas de pele clara estão mais suscetíveis ao surgimento de pintas ocasionadas pela exposição ao sol e, consequentemente, mais aptas a desenvolverem o câncer de pele.

O contato com um médico dermatologista é importante, especialmente pelo fato de que esses pontos de avaliação que listamos aqui pode ser o início ou mesmo, o desenvolvimento de um melanoma, conhecido também como câncer de pele.

Lembre-se que apenas o médico especialista poderá dar algum diagnóstico, de acordo com a sua avaliação. Portanto, não tome remédios ou faça tratamentos alternativos sem nem saber ao certo se você tem algum problema de pele.

 

Entre em contato com a nossa equipe e tire todas as suas dúvidas.
📍Beiramar Shopping – Piso L4
📞 (48) 3333-8226 / 📱(48) 99102-2035

Deixe uma resposta

Entre em contato por WhatsApp
Enviar