DERMATOLOGIA - Mesoterapia Capilar

A mesoterapia, também conhecida como intradermoterapia, é um procedimento minimamente invasivo em que são aplicadas, através de agulhas muito finas, pequenas porções de medicamentos, ativos e outras substâncias nos locais a serem tratados. Este método foi criado na França pelo médico Michel Pistor em 1952, quando iniciaram a aplicação na derme de uma solução denominada mescla, que constitui um conjunto de vitaminas, aminoácidos, medicações alopáticas, anestésicos, extratos de plantas e enzimas.

Mesoterapia capilar: microinfiltrações feitas no couro cabeludo para reativar as estruturas do sistema capilar que por algum motivo tenham o seu funcionamento prejudicado. São utilizados fórmulas homeopáticas, vitaminas, aminoácidos, coenzimas, antiandrógenos ou outros princípios ativos que estimulam o crescimento e resistência dos fios; como consequência aumenta o volume dos cabelos. Pode ser feita em ambos os sexos.

Mesoterapia facial: aplicação de produtos que vão ativar biologicamente as células da pele e desta forma estimular a produção de colágeno tipo III, elastina e acido hialurônico. A bioestimulação permite o aumento da tonicidade da pele, tratamento das rugas finas, luminosidade, hidratação profunda para revitalizar toda a pele do rosto. Os resultados aparecem aos poucos, conforme os fatores de crescimento e demais produtos vão estimulando a pele.

Mesoterapia corporal: indicada principalmente para problemas estéticos como estrias em vários graus, flacidez, celulite e desvitalização da pele. Também é um recurso muito bom para ser combinado a outros tratamentos de gordura localizada, porém, nestes casos, a infiltração será feita diretamente no subcutâneo (tecido adiposo).

São mínimos os efeitos colaterais após o tratamento com mesoterapia. Após o procedimento pode ocorrer inchaço, vermelhidão e hematoma que desaparece em alguns dias. Na maioria das vezes, nem se percebe que o paciente fez alguma intervenção.

O número de aplicações depende de cada caso como a região do corpo a ser tratada, a idade do paciente e a intensidade do problema. O tratamento é muito individualizado, bem como a escolha da mescla a ser usada.

Contra-indicação: alergia a componentes da mescla, doenças de pele no local a ser aplicado, gestante, crianças e diabéticos descompensados.